Os indispensáveis serviços de pesquisa cadastral e social para as empresas

0

O mercado de trabalho, ainda que pese contra ele todo o imbróglio em Brasília, começa timidamente a dar sinais de recuperação.

As empresas estão repondo colaboradores desligados e ainda criando novas vagas, o que é muito bom para o País e principalmente para os mais de 13 milhões de brasileiros desempregados.

Se por um lado essa recuperação acende um filete da esperança em milhões de chefes de família, por outro exige maior assertividade nos processos de recrutamento e seleção das empresas, tornando ainda mais imperativo que os seus departamentos de recursos humanos tenham o rigor ampliados, no que diz respeito a colocar para “dentro de casa” novos colaboradores.

Assim, se faz necessário, mais que nunca e cada vez mais, que os responsáveis pelos processos decisórios busquem previamente o máximo de informações possíveis sobre o histórico dos candidatos, para o total embasamento e certeza das contratações.

Pela natureza de suas competências e responsabilidades, o departamento de recursos humanos das organizações não pode errar na aprovação de um candidato, necessitando sempre ter a plena convicção de suas qualificações e principalmente de suas referências.

Nesse sentido, os profissionais de RH contam hoje com empresas especializadas em pesquisas cadastrais e sociais, que desenvolvem continuamente avançadas ferramentas e metodologias para obtenção de informações, qualificadas e completas, a nível Brasil e em qualquer âmbito, garantindo ainda o sigilo.

Este serviço entrega às organizações todas as informações necessárias sobre os candidatos, e nem sempre visíveis aos responsáveis pelo processo de seleção, proporcionando a segurança inequívoca para uma tomada de decisão, não permitindo falhas na contratação de um colaborar que tenha referências incompatíveis com o estabelecido pelos códigos de conduta e ética.

Então, é muito importante que os candidatos em processo de recolocação cuidem não só do seu autodesenvolvimento e atualizações técnicas, mas também não esqueçam de preservar a sua boa conduta e boa-fé, em qualquer ambiente, seja ele profissional, social ou familiar, mantendo-as dentro dos padrões de integridade, desejados por todas as empresas, pois suas atitudes e comportamento, em última instância, vão ser determinantes para o sim ou para o não que ele vai ouvir da empresa.

Deixe um comentário

Logar Você deve estar logado para postar um comentário.